sexta-feira, 28 de novembro de 2008

normau

eu achava que era normal,
normal.
meio parecido,
o alívio de ser parecido.
até que fui desfeito,
devagar,
nem tão devagar.
devagar,
mas com força.
daí eu fiquei normau,
fiquei mal por não ser normal.
daí o tempo foi passando,
era como um teste.
um teste de fé,
fé na minha normalidade.
até que...

Um comentário:

Anônimo disse...

"Professor Girafales, o senhor por aqui..."