domingo, 7 de dezembro de 2008

por uma utopia

sonhei com um tempo em que nao era preciso.
nao era preciso precisar.
nao era preciso.
talvez esse tempo nunca tenha existido e exista.
talvez seja preciso.
talvez.

Nenhum comentário: